Canudos plásticos: qual o impacto no meio ambiente?

2018 não foi um ano bom para os fabricantes de canudos plásticos. Eles viram seu produto tornar-se rapidamente um vilão global do meio-ambiente, e as vendas despencaram.

 

Redes como Starbucks e McDonald´s já colocaram como meta deixar de usar o produto em suas lojas em várias regiões. Governos também vetaram os canudos plásticos, que passaram a ser proibidos do Reino Unido ao Rio de Janeiro.

 

MAS QUAL O IMPACTO DOS CANUDOS PLÁSTICOS NO MEIO AMBIENTE?

 

Somente nos Estados Unidos, mais de 500 milhões de canudos plásticos são utilizados todos os dias.

 

Mas de acordo com o Relatório de Limpeza Costeira de 2017 da Ocean Conservancy, os canudos respondem por apenas 0,03% dos resíduos no oceano. Os campeões são os cigarros, seguidos por garrafas, tampinhas, envoltórios e sacolas.

 

Ou seja, os canudos só tiveram a infelicidade de serem escolhidos como garotos propaganda de um movimento global. A ideia é que sirvam de alerta para que as pessoas sejam mais conscientes no consumo de materiais de uso único.

 

E ONDE ISSO TUDO VAI PARAR?

 

De acordo com o Fórum Econômico Mundial de 2018, mais de 150 milhões de toneladas métricas de plástico são descartadas nos oceanos. Se continuarmos nesse ritmo, em 2050 teremos mais plástico do que peixes nos mares.

 

O plástico é extremamente prejudicial aos animais, como mostram vários vídeos de tartarugas, peixes e aves marinhas que ficam presos nos resíduos, ou acabam os engolindo.

 

Além do dano físico, o plástico pode liberar elementos químicos cancerígenos e que causam distúrbios hormonais. Inclusive a imunidade dos corais é afetada pelos plásticos.

 

EUROBUSINESS É DESTAQUE EM MATÉRIA DO SITE GREEN BUILDING COUNCIL BRASIL

 

O Edifício Eurobusiness, da Construtora Engemática, é destaque em matéria do Green Building Council Brasil como exemplo de grandes empreendimentos sustentáveis.

 

O edifício Eurobusiness é um empreendimento que consome 60% menos energia e 100% menos água, se comparado ao que um edifício comum de mesmo porte gastaria. 

 

Com 83 pontos na certificação LEED, o Eurobusiness é o primeiro empreendimento do sul do Brasil a garantir a categoria Platinum.

 

Acompanhe a matéria completa aqui: http://blog.gbcbrasil.org.br/?tag=net-zero-agua

 

Saiba mais sobre o Eurobusiness aqui: http://www.eurobusiness.eco.br/